Da beleza de ser infinito e não duradouro

Frete Grátis
Código: DeliriumS109
2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 40,00 sem juros
    • 2x de R$ 20,00 sem juros
  • R$ 40,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

∞ ∞

Da beleza de ser infinito e não duradouro é um romance de pequeno porte, centrado em Elizabet, ex-atriz e ex-modelo, falecida e sepultada em um domingo — ao menos a história se inicia no dia do enterro dela —, em uma cidade do interior brasileiro. Estão presentes no enterro, entre conhecidos e curiosos, uns tantos em ressaca gorda, o vizinho da casa à esquerda, um cúmplice, o ex-amante chegado em última hora graças a uma esplêndida ideia, o cozinheiro, um detetive, um ladrão etc. E apenas a filha, outra protagonista, menina inteligentíssima, divertida, animada e segundo a professora de artes uma boa atriz, mantém um pranto abafado e somado à orquestra da chuva ficando menos miúda e aos pombos arrulhando por perto.

Além de tantos em papéis menores, padre Giuliano, o cozinheiro e antigo amigo Gerson, os detetives Garcya e Elisa, um terceiro protagonista completa a família: Getúlio, adotado pela menina como pai, o idealizador da trama, o responsável pelas ideias mirabolantes, se bem que padre Giuliano também ajuda nesse quesito, e Gerson se responsabiliza por contatar a gangue.

Não um romance estritamente policial, pois o ponto-chave é a fuga para o sul da América do Sul e as aventuras e percalços do trajeto; no entanto aos poucos o leitor se depara com a trama, os crimes e o planejamento, de modo espalhado, sem muitos adiantamentos ou atrasos. É um romance de pequeno porte, centrado na vingança de Elizabet e seus amores do passado, ex-atriz e ex-modelo, e nas batatinhas fritas nevadas, ou seja, cobertas de muito sal de Getúlio, nas bonecas em linhas e barbante feitas pela menina, no Fusca prateado e invejado por colecionadores e no acaso.

— o autor —

Flavio P. Oliveira nasceu em Nilópolis/RJ. Graduado em Engenharia Civil, é editor, escritor, capista, diagramador, ilustrador, artista plástico, aficionado por rock progressivo, um entusiasta do movimento de código livre e fã de Calvin e Haroldo. Autor de diversos livros, seus romances Talvez nunca mais um país e A Noiva de Papelão, além das novelas Uma Princesinha no país das Maravilhas e Harmônica, o livro de poemas Amore(a)s, melancias, passarinhos etc. e o livro de minicontos e poemas Quase tudo e pouco mais foram publicados pela Delirium Editora. Nos raros momentos de descanso, gosta de fazer biscoitos e experiências culinárias, além de passear, andar muito e estar em contato com a natureza.

Dados técnicos

  • Título: Da beleza de ser infinito e não duradouro
  • Autor: Flavio P. Oliveira
  • ISBN: 978-65-992146-8-4
  • Revisão: Érica M. Bettoni Hayashibara
  • Formato: Médio (14×21)
  • Número de páginas: 208
  • Papel do Miolo: Pólen Soft 80 g/m²
  • Lançamento: 24/03/2021
2x de R$ 20,00
R$ 40,00
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

Loja/livraria virtual da Delirium editora. A Delirium — voltada para a busca de histórias e textos criativos, indo do lirismo à loucura, passando pelo lúdico, sempre com ousadia — é uma microeditora carioca, que vem crescendo. Temos no nosso catálogo e no planejamento o intuito de publicar livros ousados e criativos, com temas importantes, sempre com um jeito imaginativo de criar histórias.

Pague com
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Flavio Pereira de Oliveira 01095999770 - CNPJ: 22.469.301/0001-00 © Todos os direitos reservados. 2021